Regra dos 30%

Olá! :)

Hoje, estou aqui para falar de um assunto mais burocrático, voltado para quem planeja vir trabalhar na Holanda: a regra dos 30%.

Essa regra foi criada para ajudar os imigrantes com os custos a mais envolvidos em construir a sua vida em outro país. De acordo com ela, os impostos (que são bem altos por aqui) serão cobrados sobre 70% do seu salário, os outros 30% ficam livres dos encargos tributários.

Parece bom, não é mesmo?

Para aplicar para essa regra, há algumas condições:

– O empregado tem que trabalhar para alguém.

– O empregado e o empregador devem concordar, por escrito, com essa regra. Isso porque como os impostos serão cobrados sobre 70% do seu salário, esse vai ser considerado como valor total para qualquer outro tipo de benefício.

– O empregado deve vir do exterior, não pode já estar morando aqui. A empresa deve justificar para o governo porque precisar trazer alguém de fora do país e receber a permissão para isso. Por isso, a outra condição é:

– O empregado deve ter competências e habilidades difíceis de encontrar na Holanda, escassas no mercado de trabalho.

– O valor anual do salário deve atingir um mínimo exigido (e ajustado anualmente). Em 2015, esse valor é de 36.378 euros.

Essa regra tem a validade de 8 anos. Se você trocar de emprego nesse período, pode aplicar novamente desde que o intervalo entre eles seja menor que 3 meses.

Uma última consideração: se o pedido para fazer parte dessa regra for feito até 4 meses depois de o empregado começar a trabalhar, ele recebe de volta os impostos que pagou antes disso. Se for feito depois, esquece o período que já passou e começa a valer a partir de quando foi aplicado.

Para mais informações, clique aqui e aqui (em inglês).

Por enquanto, fico por aqui! 😉
Se tiver perguntas, comentários ou sugestões para os próximos posts e só escrever aqui ou nas redes sociais: Facebook / Twitter / Instagram
Até a próxima!

 

Uma ideia sobre “Regra dos 30%

  1. Pingback: Carteira de Motorista | Helena Eher

Deixe uma resposta