Arquivo da tag: tradição

Dia do Rei

Olá! :)

Depois de um tempo sumida, aproveitando a visita da mãe e passeando em alguns países da Europa (aos poucos arrumo tudo e posto para vocês), voltei para falar sobre a maior comemoração da Holanda: o Dia do Rei!

A primeira vez que essa festa foi celebrada foi em 31 de Agosto de 1885, no dia do aniversário da então Rainha Wilhelmina. Essa data se manteve até que, em 1949, Juliana (a filha de Wilhelmina) assumiu o trono e mudou o Dia da Rainha para 30 de Abril (dia de seu aniversário).

Depois dela, assumiu a Rainha Beatrix, que decidiu manter o Dia da Rainha no dia do aniversário de sua mãe. Em 2013, ela abdicou e quem assumiu foi seu filho Willem-Alexander (primeiro homem a assumir o trono em 123 anos). Por causa disso, em 2014, o Dia da Rainha passou a ser o Dia do Rei (Koningsdag) comemorado em 27 de Abril, dia de seu aniversário.

Nesse dia, as ruas ficam lotadas de pessoas vestidas de laranja (o laranja foi escolhido como uma forma de mostrar o orgulho pela Família Real Holandesa “Orange-Nassau”), comemorando e se divertindo como se fosse um carnaval. Fui a Amsterdam e ao Haarlem para ver a comemoração.

Muitas pessoas dançando, bebendo e se divertindo. Muitas barracas de comida. Muitos DJs e pessoas tocando. Muitos barcos passando nos canais cheios de gente dançando. Nas duas cidades, havia um parque de diversões na praça central (que já está lá há uma semana, mais ou menos).

Nesse dia, as pessoas podem vender coisas na rua. É só achar um espaço e você pode vender o que quiser, comida, bebida ou coisas usadas. Em Amsterdam, o Vondelpark é reservado para as crianças venderem seus brinquedos ou fazerem performances tocando e cantando (tinha várias aqui no Haarlem também).

Um dia divertido, muito esperado e aproveitado pelos holandeses!

Para mais informações, clique aqui (em inglês).

Por enquanto, fico por aqui. ;)
Escreva seus comentários e sugestões para os próximos posts.
Até a próxima!

Natal

Olá! :)

Este é o último post antes do Natal. Então, vou contar um pouco sobre como é essa data aqui na Holanda.

A primeira coisa que descobri é que o clima natalino por aqui só começa mesmo depois do dia 5 de dezembro (dia do Sinterklaas). Claro que já aparecem luzes na rua e enfeites nas lojas que os vendem, mas as árvores de Natal só podem ser montadas após essa data. Também é depois dela que começam os eventos natalinos.

A propósito, de acordo com uma pesquisa feita não sei em que ano (tentei achar, mas não consegui), montar a árvore é a segunda maior tradição holandesa.

Ao longo do mês de Dezembro, começam a aparecer os eventos próprios dessa época: Mercados de Natal, pistas de patinação no gelo, circos e apresentações musicais (de corais e orquestras). Os circos e as apresentações musicais, geralmente, têm muitas apresentações relacionadas ao Natal.

Para os holandeses, o Natal não é uma grande festa (isso é o Sinterklaas), mas sim um dia tranquilo para se ficar com a família. Não há tradições e comemorações especiais. Nem mesmo a troca de presentes é obrigatória. Isso porque no Sinterklaas todos já são muito presenteados.

Pra quem vier aqui nessa época, é importante prestar atenção aos horários de funcionamento dos lugares, porque no dia 24 à noite e no dia 25, praticamente tudo fecha, em algumas cidades, tem alguns horários que nem transporte público funciona.

Por enquanto, fico por aqui. ;)
Um Natal com muito amor, paz e alegria para todos!
Escreva seus comentários e sugestões para os próximos posts.
Até semana que vem!

B5A5ynXIgAA6It4

 

 

Sinterklaas

Olá! :)

Dia 5 de dezembro, aqui na Holanda, comemora-se o dia de  Sinterklaas (São Nicolau), uma comemoração tão importante quanto o Natal (e um pouco parecida com ele… na verdade, é como se fosse um Natal antecipado).

O Sinterklaas (bem parecido com o Papai Noel) tem longa barba branca e usa uma roupa de bispo branca e vermelha (com direito a chapéu, cajado e capa). Ele tem um livro com informações sobre as crianças e seus comportamentos durante o ano.

10432555_715402568556658_4499602761630386535_n

Está sempre acompanhado por muitos ajudantes, os “Zwarte Pieten” (Pedros pretos). Diz-se que eles são pretos por terem que descer pelas chaminés para entregar os presentes. Atualmente, há uma discussão em torno disso, pessoas que defendem que eles não deveriam ser negros, enquanto outras defendem o fato de que não se pode mudar uma tradição… mas deixemos isso para os holandeses.

No meio de novembro, há um grande evento para a chegada do Sinterklaas. Ele vem de barco, pois mora na Espanha, acompanhado por seus ajudantes e por presentes que serão entregues às crianças que se comportaram.

Durante esse grande desfile, muito esperado pelos holandeses, Sinterklaas troca o barco por seu cavalo Amerigo e continua seu caminho. Enquanto isso, os Zwarte Pieten distribuem doces e biscoitos para as crianças.

Até 5 de dezembro, o Sinterklaas continua aparecendo em feiras e desfiles por várias cidades da Holanda. Eu o vi passando em uma feira em Zandvoort. Depois que ele passou, tirou fotos, distribuiu beijos e bolachinhas, os Zwarte Pieten continuaram na festa brincando e dançando com as crianças.

535942_715403095223272_3564011707656059228_n 10350522_715402938556621_481371932682188825_n10469044_715402785223303_3675493383254306936_n 10402607_715402735223308_3739679937671435209_n      1526856_715402905223291_5320948998179475337_n

Nesse período em que o Sinterklaas está na Holanda, uma ou duas vezes por semana, as crianças, antes de dormir, deixam seus sapatos perto das lareiras (ou em outro lugar) com água e comida para o cavalo (geralmente uma cenoura ou torrões de açúcar). No dia seguinte, esperam ter ganhado alguma coisa, ou presentes ou doces (como letras de chocolate, bolachinhas, kruidnoten (biscoitinhos), marzipans).

10678707_715402505223331_7964655679023816213_n 1621725_715402648556650_3254223059819153305_n

A noite do dia 5 é a principal desse evento. As crianças ouvem alguém bater na porta e quando abrem, encontram uma sacola cheia de presentes. Cada presente vem acompanhado por uma poesia (eu encontrei até um site que ajuda a produzi-las rsrs). O dia termina com a leitura das poesias, canções e guloseimas.

Espero ter conseguido explicar um pouco sobre essa tradição tão importante para os holandeses.

Vou deixar aqui, também, o link para um outro vídeo (em inglês) bem explicativo.

Por enquanto, fico por aqui. ;)
Escreva seus comentários e sugestões para os próximos posts.
Até semana que vem!